02/02/2014

Por todas as razões

Recebi esse carinho de alguém especial e quis compartilhar com vocês.

"Por todas as razões e mais uma. 
Esta é a resposta que costumo dar-te 
quando me perguntas por que razão te amo. 
Porque nunca existe apenas uma razão para amar alguém. 
Porque não pode haver nem há só uma razão para te amar. 
Amo-te porque me fascinas e porque me libertas 
e porque fazes sentir-me bem. 
E porque me surpreendes e porque me sufocas 
e porque enches a minha alma de mar e o meu espírito 
Amor
de sol e o meu corpo de fadiga. 
E porque me confundes e porque me enfureces 
e porque me iluminas e porque me deslumbras. 
Amo-te porque quero amar-te e porque tenho necessidade de te amar 
e porque amar-te é uma aventura. 
Amo-te porque sim mas também porque não e, 
quem sabe, porque talvez. 
E por todas as razões que sei e pelas que não sei 
e por aquelas que nunca virei a conhecer. 
E porque te conheço e porque me conheço. 
E porque te adivinho. 
Estas são todas as razões." 
(Joaquim Pessoa.)

Mas há mais uma: 
Porque não pode existir outra como Tu.

As vezes as palavras são tão significativas que te tocam de forma tão profunda que não há mais nada a se dizer, apenas deixar o coração sentir e a alma sorrir ...
Coração

Também amo Tu!!!

2 comentários:

  1. Boa tarde, Mynda e Raphael. Belíssima forma de amar.
    Aqui existe o sentimento bom demais, que não ama somente o que na pessoa amada é bom, mas sim o lado exaustivo, ruim, que faz perecer por vezes a alma, mas tudo isso faz este ser único e especial, e o sentimento de amor devemos sentir, preservar e multiplicar.
    Viva o amor e a grande manifestação dele em cada linha.
    Parabéns ao escritor.
    Parabéns para vocês.
    Tudo de bom e beijos na alma!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite

    Sem dúvida,. fantástico!

    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir