23/11/2013

Perdoe- me

Como disse o Poeta,Vinicius de Moraes:

"Eu lhe peço perdão por lhe amar de repente..."

E eu Fernanda Oliveira digo:

\'\'Perdoe-me por lhe amar assim tão intensamente...\'\'

Perdoe-me,

pelas horas que passei pensando em você
Perdoe-me se não consigo lhe esquecer
Perdoe-me por sentir tanta saudade.
Poema
Perdoe-me,

porque só preciso ouvir-lhe para que meus sentidos se agucem
Perdoe-me, mas quando estou contigo nada mais existe.

Perdoe-me, 

mas quando se trata de amor tudo em mim fica mais sensível.

Perdoe-me, 

mas meu jeito de amar é assim intenso...
Tudo se torna imenso em mim...
Os seus simples gestos eu guardei
E agora lhe amar é tudo o que sei.
Fernanda Oliveira
Flor
Sensibilidade, e ternura, é isso que você encontra nessa poesia ....
E muito mais irá encontrar no blog da amiga Fernanda Oliveira ...

Se você é amante da poesia como nós, 
clique no link e conheça o blog ... 

>>  Inspiração 

7 comentários:

  1. Quando amamos tudo em nós torna-se intenso e ardente. Bjus linda.

    ResponderExcluir
  2. Esta Fernandinha é uma amante incorrigível! Escreve ´poemas maravilhosos. Sou sua fã!!!
    Beijinhos sempre...

    ResponderExcluir
  3. E quando se ama, assim, intensamente, não há porque pedir perdão. Adorável poema...
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Amiga Mynda , agradeço pelo carinho !
    É sempre bom partilhar meus poemas com vocês !
    Esse meu poema foi escrito com o mais puro dos sentimentos : '' O amor ''

    Beijos em seu coração amiga e sempre agradeço a sua gentileza !

    Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  5. Com tanta doçura e carinho, só pode estar...perdoada

    Deixo abraço
    ****************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Realmente no amor não existe perdão!Lindo poema,adorei conhecer seu blog.
    Tenha uma linda tarde.

    ResponderExcluir
  7. Porque esse sentimento de culpa? Porque temer o desejo? Se tudo é tão bom , nos faz tão bem! Só resulta em paz, em contentamento. Porque esse receio, esse pudor em se revelar, em expor ao ser amado nossos sontimentos se tudo é tão lindo, tão puro. Porque?


    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir